terça-feira, 31 de maio de 2011

Projeto Canta PE: Isso é Pernambuco, isso é Brasil!

Um grupo de artistas católicos se reuniram neste domingo em Olinda para orar e definir uma campanha publicitária nacional para divulgação da música católica pernambucana. 

As idéias vieram e assim criaram o Projeto Canta PE. Um trabalho ousado que visa criar meios de suporte aos grupos, os artistas e os músicos de nossa terra. Objetivando a união dos músicos, dos movimentos eclesiais, das comunidades e das entidades religiosas. Pretende organizar eventos de evangelização e de formação espiritual e artística. Na verdade, pretende desenvolver uma estrutura favorável a disseminação da música católica local.

O grupo definiu sua organização interna e vem trabalhando arduamente para desenvolver esta campanha que pretende lançar mês que vem aqui no nosso estado e em julho no sul do país.

Os grupos atuais que participam deste projeto são: Paulo Deérre (Olinda), Reginaldo e Beth (Olinda), Banda Archangellus (Olinda), Banda Hallel (Recife), Binho Lins (Cabo Santo Agostinho), Ministério Santo Antônio (Cabo Santo Agostinho) e Banda Dialétika (Amaraji).

A equipe de organização é formado por Paulo Deérre, Reginaldo Cavalcanti, Beth Cavalcanti, João Santos, Wênia Trindade e Getúlio Lúcio.

A organização deste projeto está desenvolvendo parcerias para este grande projeto de evangelização e ação social: 

A parceria com a Clube FM 99.1 abriu um espaço nos intervalos do Programa Momento de Fé com Padre Marcelo Rossi, diariamente às 9 horas, para divulgação de eventos e da música católica pernambucana.

A parceria com o portal MixCatólico (São Paulo) abriu espaço para divulgar este projeto na ExpoCatólica 2011 e realizar futuros shows de nossos artistas no sul do país.

Os interessados em conhecer mais profundamente este projeto podem entrar em contato pelo fone (81) 8747-1085.

Deus abençoe a música católica. Deus abençoe o Canta PE!

sábado, 28 de maio de 2011

“Fé não é alienação”, diz Papa em encontro com bispos italianos

O Papa Bento XVI recitou o Santo Rosário com os bispos italianos, na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, na tarde da quinta-feira, 26. Os prelados estão reunidos em Assembleia Geral desde terça-feira, 24.

“A fé, de fato, não é alienação: são outras as experiências que poluem a dignidade do homem e a qualidade da convivência social! Em cada época histórica, o encontro com a palavra sempre nova do Evangelho foi fonte de civilidade, construiu pontes entre os povos e enriqueceu o tecido das nossas cidades, exprimindo-se na cultura, nas artes e, não por último, nas diversas formas de caridade”, enfatizou.

Nesse sentido, a Itália deve ser orgulhosa da presença e ação da Igreja, que não persegue privilégios nem busca substituir as instituições políticas, mas sustentar os direitos fundamentais do homem – como a promoção e tutela da vida em todas as suas fases e sustentar ativamente a família, “primeira realidade na qual podem crescer pessoas livres e responsáveis, formadas naqueles valores profundos que abrem à fraternidade e que permitem afrontar também as adversidades da vida”, explicou o Pontífice.

Diante da imagem da Virgem Maria, Salus Populi Romani, o Bispo de Roma confiou à proteção da Mãe de Deus todo o povo italiano, por ocasião dos 150 anos da unidade política do país, celebrada na Itália no último dia 17 de março.

“A Mãe de Deus encoraje os jovens, conforte os doentes, implore sobre cada um uma renovada efusão do Espírito, ajudando-nos a reconhecer e a seguir também neste tempo o Senhor, que é o verdadeiro bem da vida, porque é a vida mesma”, pediu, ao mesmo tempo em que suplicou os dons da paz e da fraternidade e do desenvolvimento solidário, e que as forças políticas superem toda a contraposição prejudicial em prol de um quadro mais amplo que busque o bem do país.

Incentivo

O Pontífice incentivou os bispos a estimular os fiéis leigos a superar o espírito de fechamento, indiferença e a participar em primeira pessoa da vida pública; encorajar iniciativas de formação inspiradas na doutrina social da Igreja; apoiar a grande rede de associações que promovem obras de caráter cultural, social e caritativo.

Da mesma forma, deve-se continuar o cultivo de um espírito de sincera e leal colaboração com o Estado, sabendo que tal relação é benéfica tanto para a Igreja quanto para todo o país.

“Em uma época na qual emerge com sempre mais força a exigência de sólidas referências espirituais, saibais levar a todos aquilo que é peculiar da experiência cristã: a vitória de Deus sobre o mal e sobre a morte, aquele horizonte que lança uma luz de esperança sobre o presente”, encerrou.

Modelo

“A oração é sempre dar espaço a Deus: a sua ação torna-nos participantes da história da salvação. [...] A oração ajuda-nos a reconhecer n’Ele o centro da nossa vida, a permanecer na sua presença, a configurar a nossa vontade à sua, a fazer ‘o que nos disser’ (Jo 2,5), certos da sua fidelidade. Essa é a missão essencial da Igreja. Maria é o modelo, aquela na qual somos convidados a reconhecer a nossa identidade. A sua vida é um apelo a reconduzir aquilo que somos à escuta e acolhida da Palavra, chegando na fé a engrandecer o Senhor, diante do qual a única possível grandeza é aquela que se expressa na obediência filial”, destacou.

As disposições do coração de Maria – a escuta, a acolhida, a humildade, a fidelidade, a alegria e a espera – correspondem às atitudes interiores que plasmam a vida cristã. Dessas nutre-se a Igreja, consciente de que expressam aquilo que Deus espera dela.

Bento XVI também indicou Maria como projeto unitário que entrelaça os dois Testamentos. Nos acontecimentos de sua vida está a história de todo um povo e encontram sentido as histórias particulares das grandes mulheres da Antiga Aliança, sinal de que o projeto de Deus “não permanece uma ideia abstrata, mas encontra correspondência em uma resposta pura, em uma liberdade que se dá sem nada reter, em um sim que é acolhida plena e dom perfeito. Maria é a sua expressão mais alta”.
Fonte: Canção Nova

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Dom Fernando Saburido inicia Visitas Pastorais em Olinda

O pastor deve estar próximo das ovelhas. Conhecer a realidade, desafios e conquistas de cada paróquia. Este é o objetivo da ação que o arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido, começa nesta sexta-feira, 27, na Igreja de São Pedro Mártir, em Olinda. As Visitas Pastorais durarão três dias com programação que contempla celebrações, reuniões com lideranças comunitárias e encontros com grupos que realizam trabalhos sociais.

De acordo com o Código de Direito Canônico (Cân. 396 § 1), é recomendado que a cada cinco anos o bispo visite a sua região episcopal para que possa manter um contato ainda mais próximo com o clero e, especialmente, com os outros membros do povo de Deus. Até setembro, dom Fernando estará em dez paróquias. “A visita nos permitirá avaliar a eficiência das estruturas e dos instrumentos destinados ao serviço pastoral. Além disso, a tomar conhecimento das circunstâncias e dificuldades do trabalho de evangelização, para depois poder determinar melhor as prioridades e os meios da pastoral orgânica”, disse o arcebispo.

Um encontro com gestores de escolas católicas e públicas, professores, alunos e familiares marca o início das visitas, às 15h desta sexta-feira, no Colégio São Bento. A equipe de visita Serpa formada por dom Fernando; o coordenador de Pastoral, padre Josenildo Tavares, representantes da Comissão Arquidiocesana para Educação e a Cultura e líderes da paróquia. A ação termina à noite com reunião entre as equipes de liturgia, que cuidam das celebrações das missas na igreja matriz e nas capelas.

No sábado, a visita contemplará os institutos de vida consagrada, movimentos, confrarias e catequistas e contará com a presença do vigário episcopal para a Vida Religiosa e Consagrada. O dia encerra com encontro com as lideranças das comunidades da Paróquia para refletir o tema: “Paróquia missionária”.

A programação do domingo começa às 9h, na Ilha do Maruim com missa para os doentes com sacramento da Unção dos Enfermos ministrado por dom Fernando Saburido. Após a celebração, haverá visita aos doentes e projetos sociais. A primeira Visita Pastoral terminará com missa presidida pelo arcebispo e concelebrada pelo vigário episcopal do Vicariato Olinda, padre Alessandro Corazza, e pelos sacerdotes da Paróquia São Pedro Mártir.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Campanha S.O.S. Pernambuco faz entrega de donativos

A Campanha S.O.S Pernambuco criada pela Arquidiocese de Olinda e Recife, nos primeiros 15 dias arrecadou roupas, materiais de limpeza e mais de 2 toneladas de alimentos. Os donativos foram distribuídos entre as 50 famílias que estão abrigadas no Centro Arquidiocesano de Pastoral Dom Vital, na Várzea, e à Diocese de Palmares, Mata Sul do Estado.

A Comissão Arquidiocesana de Pastoral para o Serviço da Caridade, 
daJustiça e da Paz, representada pela coordenadora, Vivian Santana entregou no último domingo, 22, à Diocese de Palmares 2 tonelada de alimentos e materiais de limpeza e hingiene pessoal. As doações foram entregues ao responsável pela triagem dos donativos que chegam à diocese, padre Gilberto.

A Arquidiocese de Olinda e Recife agradece a todos que contribuiram direta ou indiretamento com doações e no trabalho voluntário na triagem dos alimentos e roupas.A campanha S.O.S. Pernambuco continua. Faça você também a sua doação! Doe alimentos não perecível, material de limpeza e higiene pessoal. Os donativos podem ser entregues em uma das 103 paróquias da arquidiocese; no Centro Arquidiocesano de Pastoral Dom Vital, na Várzea e na Cúria Metropolitana, no bairro das Graças, Recife.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Cardeal Dom Cláudio Hummes visita Seminário de Olinda

O Seminário Nossa Senhora da Graça, em Olinda, abriu as portas para receber um ilustre visitante, na tarde chuvosa da segunda-feira, 23, um ilustre visitante. O vigário-geral da Arquidiocese de São Paulo, cardeal dom Cláudio Hummes, que participa do 16º Encontro de Marketing Católico, realizado em Piedade, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, foi recebido pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, pelo reitor do Seminário, padre João Bosco Costa e pelos seminaristas.

Primeiro o cardeal, sacerdotes e seminaristas rezaram a oração da Hora Média, na secular Igreja Nossa Senhora da Graça, uma das primeiras a serem construídas no Brasil. Após alimentar-se do pão espiritual, todos seguiram para o seminário onde dom Fernando falou sobre a trajetória religiosa de dom Cláudio e apresentou as propostas e desafios da arquidiocese. “Estamos tentando evangelizar e anunciar o Reino de Deus com muito esforço. O Nordeste, que o senhor conhece bem, é uma região de muitos desafios. Mas estamos procurando dar o melhor de nós mesmos para criar aqui uma cultura missionária para que as pessoas se sintam de fato, protagonistas da missão”, disse o arcebispo.

Dom Cláudio, em seu discurso, ressaltou a importância da vocação sacerdotal para a Igreja e também da responsabilidade dos padres nesta missão. “Quando fui prefeito para a Congregação do Clero aprendi muito a admirar, amar e venerar os padres porque são ele que conduzem a Igreja, que está na base, nas paróquias.” E aconselhou aos seminaristas: “Que vocês possam de fato acolher esta voz que está em vocês. Tenham muita audácia em dizer ‘sim’. A Igreja tem que ser próxima às pessoas. Isso é a essência do sacerdócio: fazer Deus estar próximo. Em você, padre, o povo deve encontrar Deus. Ele tem essa audácia de querer fazer-se próximo das pessoas através de nós pastores da Igreja”.

Dom Fernando revelou que o cardeal dom Cláudio Hummes aceitou o convite de ser o pregador do Retiro do Clero Arquidiocesano de 2012, que será realizado na primeira semana da Quaresma.

O cardeal almoçou com dom Fernando, os vigários-gerais da Arquidiocese, os monsenhores José Albérico e Lino Duarte, os padres responsáveis pela formação dos seminaristas arquidiocesanos e com os seminaristas.

Biografia - O Cardeal Dom Frei Cláudio Hummes, OFM nasceu em Montenegro, RS, em 8 de agosto de 1934. filho de Pedro Adão Hummes e Maria Frank Hummes. Ordenou-se padre em Divinópolis, MG, em 3 de agosto de 1958, pertencendo à Ordem Franciscana dos Frades Menores.

Foi nomeado Bispo Coadjutor “com direito de sucessão” da Diocese de Santo André (SP), em 1975, ordenado bispo em Porto Alegre-RS, em 25 de maio de 1975, e tomou posse em jungo do mesmo ano. Permaneceu como Bispo Coadjutor “com direito de sucessão” até dezembro, quando assumiu como Bispo Diocesano de Santo André, ficando nesta região industrial e operária até ser nomeado Arcebispo de Fortaleza – CE, em julho de 1996. Ficou na arquidiocese cearense até 1998, quando de sua nomeação para São Paulo. Tomou posse como Arcebispo de São Paulo em 23 de maio de 1998. Foi criado Cardeal Presbítero do Título de Santo Antônio de Pádua na Vila Merulana em 21 de fevereiro de 2001, pelo Papa João Paulo II.

Em 2006, foi nomeado prefeito da Congregação Para o Clero, no Vaticano. Em julho de 2010, o Papa Bento XVI aceitou seu pedido de Renúncia por limite de idade.

Desde abril de 2011, exerce a função de vigário-geral da Arquidiocese de São Paulo e acompanha as coordenações pastorais do Mundo do Trabalho; Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades em âmbito arquidiocesano.

Foi membro da Comissão Episcopal de Pastoral (CEP) da CNBB – Linha 5 de 1976-78; Linha 1, de 1979 a 1982, e responsável pelos Setores Família e Cultura de 1995 a 1998. Foi Assistente Nacional da Pastoral Operária, de 1979 a 1990. Nesse período do regime militar, assumiu corajoso apoio ao movimento grevista dos metalúrgicos e abriu as portas das igrejas para as organizações sindicais impedidas pelo governo de reunirem-se legalmente. Foi eleito pelos bispos da CNBB delegado para o Sínodo dos Bispos sobre a Família, em 1980, para a Assembléia Especial do Sínodo dos Bispos para a América, em 1997, e para Sínodo dos Bispos de 2001, confirmado pelo Papa.

Escritos de sua autoria:

“Renovação das provas tradicionais da existência de Deus”
por Maurice Blondel em l’Action (1893), Braga, 1964.

Co-autoria do livro “Fé e Compromisso Político”, Paulinas, 1982.

“Sempre Discípulos de Cristo – Retiro Espiritual do Papa e da Cúria Romana”, São Paulo,Paulus, 2002 (traduzido para o italiano)

“Diálogo com a cidade”. São Paulo, Paulus – 2005.

“Discípulos e missionários de Jesus Cristo. Ser cristão no mundo atual”. São Paulo, Paulus – 2006.

domingo, 22 de maio de 2011

Comissão de Liturgia promove cursos de formação


A Arquidiocese de Olinda e Recife, por meio da Comissão para a Liturgia, promove três cursos de formação litúrgica para acólitos, ministros da música litúrgica e ministros extraordinários da comunhão. Os encontros serão realizados no auditório da Igreja Nossa Senhora da Soledade, na Boa Vista, centro do Recife. De acordo com o presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Liturgia, padre Nilson Lourenço, os cursos são gratuitos e as inscrições serão feitas no dia e local dos eventos.

O Encontro de Formação Litúrgica para coroinhas será realizado no próximo dia 28, das 8h às 12h, e tem como temas ‘Apresentação do Catecismo da Igreja Católica’ e ‘O mistério na história’. Os assessores serão o padre Nilson Lourenço e o seminarista Filipy.

Os grupos que cantam a liturgia nas paróquias poderão participar do evento que será ministrado no dia 4 de junho pelo padre André Vasconcelos. O objetivo do encontro é compartilhar a riqueza litúrgico-musical e a formação permanente dos ministros da música litúrgica. A organização do evento pede que os participantes levem o repertório usado para cantar a Quaresma e a Páscoa. A formação terá início às 14h e segue até as 17h.

O encontro destinado aos ministros da eucaristia é voltado para a espiritualidade e tem como assessor Humberto. O evento será no período da manhã, das 8h às 12h. O tema da formação é ‘Eucaristia’.
Para maiores informações, os interessados podem ligar para a Paróquia da Soledade pelo telefone: 3222-6836 ou enviar um e-mail para: comissaoliturgiaaor@gmail.com.

Acesse a programação.

CURSOS LITURGIA

Cursos para formação litúrgica
Auditório da Paróquia Nossa Senhora da Soledade
Av. Oliveira Lima, 1029 – Boa Vista – Recife / PE

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Beatificação de Irmã Dulce

Faltam poucos dias para a cerimônia de beatificação de Irmã Dulce, marcada para o dia 22 de maio, em Salvador (BA). A Santa Missa, marcada para às 17h, será presidida pelo Arcebispo Emérito de Salvador, Cardeal Dom Geraldo Majella.


Acesse
.: Saiba mais sobre a vida e obra da religiosa


Na ocasião, Dom Geraldo irá representar o Papa Bento XVI e o prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, Dom Angelo Amato.

Entre as atrações para o dia da beatificação, está a exibição de um espetáculo artístico sobre a vida de Irmã Dulce. A apresentação, que reunirá dança, música e teatro, será realizada por 700 alunos do Centro Educacional Santo Antônio (CESA), núcleo de educação da Obras Socias Irmãs Dulce (OSID).

E a programação já terá início no sábado, 21. Às 16h, no Santuário de Irmã Dulce, será celebrada uma Missa de preparação e, em seguida, acontecerá a vigília que vai até a manhã seguinte.

Confira a programação completa que se estenderá até o dia 28/05

21 de maio – sábado

16h – Missa no Largo de Roma, seguida de vigília

22 de maio – domingo

Cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce
Local: Parque de Exposições de Salvador
12h – Abertura dos portões
14h – Apresentação artística sobre a vida e obra de Irmã Dulce
17h – Missa de Beatificação

24 de maio – terça-feira

8h30 – Missa de agradecimento pela beatificação, no santuário de Irmã Dulce, seguida de carreata com a imagem da Bem-aventurada.

26 de maio – quinta-feira

9h – Missa no Centro Educacional Santo Antônio (CESA), em Simões Filho

28 de maio – sábado

8h30 – Missa de consagração e instalação do Santuário de Irmã Dulce
Fonte: Canção Nova

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Romaria Jovem de Recife 2011

No dia 22/05, domingo,  acontece a 21ª edição da Romaria Jovem do Recife. O evento é organizado pela Articulação da Juventude Salesiana do Nordeste e a cada ano reúne um grande número de jovens.  Baseando-se nas últimas romarias, estima-se a participação média de 2.000 a 3.000 pessoas. Este ano foram feitas mudanças no percurso: A concentração será no Pátio do Carmo, a partir das 8h. Às 8h30 acontece  a Celebração Eucarística dentro da Basílica. Só então será iniciada a Caminhada,  rumo ao Colégio Salesiano.


O tema deste ano é “Maria, casa do amor”, com o lema “A vida se faz vocação”. A escolha foi inspirada na Estreia 2011, mensagem escrita anualmente pelo sucessor de Dom Bosco (Santo fundador da Família Salesiana), que traz o lema “Vinde e Vede / A necessidade de convocar”.  A Campanha da Fraternidade deste ano, que traz tema ‘Fraternidade e vida no planeta’ também foi lembrado e discutido na concepção visual e temática do evento.



Além de Recife, outras  Romaria jovens acontecem durante o mês de maio em várias outras cidades do nordeste, como Juazeiro do Norte (CE) e Natal (RN), Martriz de Camaragibe (AL) e Maceió (AL).

Em anexo, mais informações, incluindo o percurso e características do evento, juntamente com o cartaz de divulgação.



Serviço:
O QUÊ? 21ª Romaria Jovem de Recife
QUANDO? 22 de maio de 2011
ONDE? Recife / Concentração: Pátio do Carmo
Que horas? A partir das 8h30 ( até 15h30)
PERCURSO: Pátio do Carmo (Saída) / Av. Dantas Barreto (Sentido Guararapes) / Av. GuararapesPonte Duarte CoelhoAv. Conde da Boa Vista / Rua Gervásio PiresAv. Manoel BorbaRua Dom Bosco – Colégio Salesiano. Ao chegar no colégio, é feito pequeno intervalo para descanso (e almoço/lanche) e na parteda tarde se realizam algumas apresentações culturais.
Bandas: Sacrarium – Paróquia Bongi (missa), M de Maria – Paróquia Vasco da Gama (trio) e Raízes - Paróquia do Bongi (quadra)

Contatos:
Pe. Deyvson Soares, SDB –  (81) 2102.0800 / 9913.2295


Fonte: http://www.inspetoriasalesiana.com.br/

sexta-feira, 13 de maio de 2011

CNBB pede esforço para conquistar um Brasil sem aborto

“Juntos, unidos num só coração, esforcemo-nos pela conquista de um Brasil sem aborto, sob a proteção de Maria que deu seu Sim à vida”. Este foi o pedido da CNBB, em uma moção de apoio à Frente Parlamentar Mista contra o Aborto, divulgada na quinta-feira, 12, no penúltimo dia dos trabalhos da 49ª Assembleia Geral da CNBB.

Na nota, os bispos afirmam que todo o trabalho desenvolvido por esta Frente Parlamentar – composta por políticos brasileiros de vários credos e partidos – “é digno da nossa admiração e incentivo”.

Acesse
.: NA ÍNTEGRA: Moção de apoio à Frente Parlamentar Mista contra o aborto


Diante da grande luta em defesa da vida, a CNBB manifesta seu apoio integral “ao Projeto do Estatuto do Nascituro e a proposta de emenda à Constituição Federal (PEC), que implica a introdução no artigo 5º da seguinte frase: a inviolabilidade da vida desde a fecundação”.

“Reconhecemos o valor e os objetivos dos diversos projetos do governo a favor da vida no período da gestação e da primeira infância, desde que a criança seja respeitada a partir da fecundação, e esperamos que seus resultados sejam tão expressivos quanto aos que são obtidos pelo trabalho desenvolvido, há anos, pela Pastoral da Criança no Brasil e no exterior”, conclui a nota.
Fonte: Canção Nova

sábado, 7 de maio de 2011

Arquidiocese lança campanha em favor dos desabrigados das chuvas

Em meio ao caos e a dor brota a solidariedade, uma ação genuinamente humana vivenciada de forma plena pelo Cristo. Como seus discípulos e missionários, o clero, os religiosos e os leigos da Arquidiocese de Olinda e Recife seguem o este exemplo de amor. Neste sábado, 7, às 8h, será lançada oficialmente a campanha S.O.S. Pernambuco para auxiliar os desabrigados vítimas das chuvas que atingiram o Estado. Esta iniciativa será realizada por tempo indeterminado.

Um posto de arrecadação de donativos será instalado ao lado da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, na pracinha, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Serão recolhidos alimentos, material de limpeza e higiene pessoal, lençóis, toalhas e roupas destinados às vítimas das chuvas que atingiram o Estado de Pernambuco. O material continuará sendo arrecadado nas 103 paróquias da Arquidiocese. “A Igreja está pronta para atender no que for possível aos nossos irmãos que estão sofrendo essa calamidade”, afirmou o arcebispo, dom Antônio Fernando Saburido, que está em Aparecida (SP) participando da 49ª Assembleia Geral da CNBB.

A arquidiocese recomenda que os párocos e administradores disponibilizem os espaços paroquiais para acolher as pessoas desalojadas. Na madrugada da quinta-feira, 5, moradores da comunidade de Vila Miguel Arraes, na Várzea foram surpreendidos pela água do Rio Capibaribe que invadiu as casas. Cerca de 200 pessoas da localidade estão sendo abrigadas no Centro Pastoral Dom Vital. A ação é um trabalho conjunto da arquidiocese com a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe).

A comissão responsável pela campanha mapeou as paróquias que tiveram suas áreas atingidas pelas inundações. Entre elas: Casa Forte, Iputinga, Primavera, Muribeca, Ipojuca e Vitória de Santo Antão. “É importante que as demais paróquias que não tiveram grandes problemas em suas comunidades se mobilizem com a mesma urgência das demais”, disse o vigário geral da arquidiocese, monsenhor José Albérico Bezerra.
Os coordenadores dos 14 setores que compõem o território arquidiocesano deverão recolher as doações e encaminhar para o Centro de Pastoral Dom Vital, na Várzea. Lá, agentes e voluntários estarão recebendo os donativos e fazendo a triagem para a entrega aos desabrigados.